Campeonato Amazonense de Natação 2022

0
199
Campeonato Amazonense de Natação 2022
Nos dias 10 e 11 de junho, equipes competiram no Campeonato Amazonense de Natação 2022.

Com novos recordes sendo estabelecidos na piscina da Vila Olímpica de Manaus, o Campeonato Amazonense de Natação 2022 movimentou o final de semana da modalidade aquática. A competição, que aconteceu na sexta-feira (10/06) e no sábado (11/06), contou com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) e foi organizada pela Federação Amazonense de Desportos Aquáticos (Fada).

“Ficamos animados que o Campeonato Amazonense de Natação foi um sucesso. A nova geração de atletas pode contar com o apoio do Governo do Amazonas para que o seu desenvolvimento seja realizado, pois estamos prontos para receber competições no nosso complexo e fomentar o esporte para que mais recordes sejam estabelecidos”, disse Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

Nadadora desde os 6 anos de idade, Adrielle Marcela, de 12 anos, estabeleceu o recorde brasileiro petit, nos 1.500 metros livre, na sexta-feira, com a marca de 19m16s20. No sábado, a jovem também venceu os 200 metros borboleta, com um tempo de 2m34s35, além dos 800 metros livre, estabelecendo a marca de 10m06s79 e os 200 metros medley, com o tempo de 2m40s03.

Animada com a sua performance, a atleta do instituto Pedro Nicolas disse. “Fico muito feliz com as minhas vitórias. Isso é fruto do meu treinamento, mostra o quanto estamos no caminho certo para que mais conquistas cheguem no futuro e eu possa trazer medalhas para o Amazonas com o passar do tempo na minha carreira”, disse Adrielle, que levou o troféu Eficiência no feminino.

Quem “nadou de braçadas” no amazonense foi o atleta Caio Arcos, do Instituto Pedro Nicolas, que na sexta-feira, estabeleceu os recordes nas provas 400 metros medley, com o tempo de 4m43s73 e os 100 metros costa com a marca de 1m00s69.

Já no sábado, Caio levou nos 200 metros costa com o tempo de 2m13s86 e nos 100 metros livre com os seus 52s49, também estabelecendo recordes em ambas as provas. Ainda no sábado, o atleta ainda venceu os 200 metros medley e os 50 metros livre, com as marcas de 2m10s87 e 24s31, respectivamente.

“Fiquei muito feliz com os meus resultados, fiquei a 9 centésimos do recorde absoluto do Amazonas nos 100 metros livre. Agora é focar no Campeonato Brasileiro, que vai acontecer na Bahia”, disse o jovem atleta, que também levou o troféu de índice técnico da competição.

Coroado com o troféu Eficiência, Raylson Bruno, 15, venceu os 100 e 200 metros peito, estabelecendo os tempos de 1m09s81 e 2m35s87, em cada uma das provas do Amazonense. Yasmin Beatriz, de 16 anos, ficou com o troféu índice técnico e venceu a prova de 100 metros borboleta marcando o tempo de 1m07s59.

A competição levou mais de 100 atletas para a piscina da Vila Olímpica e contou com competidores locais, além de convidados vindos do estado de Roraima.

FOTOS: Mauro Neto/Faar