Prefeitura de Manaus lança projeto urbano e temático, o Parque Linear Gigantes da Floresta

0
129
Parque Gigantes da Floresta | Foto: Divulgação
Parque Gigantes da Floresta | Foto: Divulgação

O prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou, nesta sexta-feira, 13/5, o lançamento do projeto urbano, multigeracional e temático Parque Linear Gigantes da Floresta, que será construído ao longo de 2,3 quilômetros da alameda Alphaville, no bairro Tancredo Neves, na zona Leste da cidade. Inspirado na fauna e flora da região amazônica, o local contará com 134 mil metros quadrados de mega construções, visando transformar a atração em uma das principais opções de turismo e lazer da capital.

“Esse é um sonho que vai se realizar entre a zona Leste e a zona Norte. O ‘Gigantes da Floresta’ é uma concepção turística para a cidade de Manaus. Todos falam em mudança da matriz econômica, mas não existe essa mudança no Amazonas. A nossa matriz é a Zona Franca de Manaus. O que precisamos é agregar novas matrizes como o turismo. O Parque Gigantes da Floresta é o primeiro passo desse avanço. No local, as pessoas poderão passear, entrar nos ninhos, animais, subir nas árvores. São ações como essa que vamos trazer para Manaus”, enfatizou Almeida.

O projeto urbanístico foi desenvolvido pela equipe técnica do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb). O planejamento do gestor municipal é entregar o parque no dia 12 de outubro de 2023, como presente do Dia das Crianças.

Além das atrações, o espaço vai receber academias ao ar livre, passarelas, fontes, espaço de alimentação, parquinhos infantis em piso emborrachado, ciclovia, pista de caminhada, entre outros elementos e esculturas artísticas, além da viabilidade de unidades habitacionais de interesse social. As intervenções de urbanismo e engenharia se aliam ao conceito artístico e lúdico, oferecendo experiências para crianças, jovens, adultos e idosos.

David Almeida destacou que ao lado do Mirante Encontro das Águas, Rosa Almeida, o Parque Gigantes da Floresta irá impulsionar a qualidade de vida dos moradores da capital.

“Nessa área, além desse parque, teremos quadras esportivas onde quero fazer a casa do tênis e do basquete de Manaus. Nós vamos mover o eixo turístico de Manaus para essa área. Estive lá no Mirante do Encontro das Águas, onde faremos o ponto mais visitado da nossa cidade. O Parque Rosa Almeida é uma obra arquitetônica do Oscar Niemeyer, onde estaremos contemplando o encontro das águas. Esse vai ficar pronto em dezembro de 2023, e será o presente de Natal da população. Estamos trabalhando para transformar Manaus em uma das melhores cidades brasileiras de se viver”, afirmou o prefeito.

Estrutura

Atualmente parte da área não possui função específica, sendo passível de ocupações irregulares, lixeiras viciadas, campo de futebol improvisado, entre outros. A ideia é exatamente transformá-la em um espaço que tenha a função de lazer, interatividade, prática de esportes, cultura, contemplação e turismo.

Entre as avenidas Isaías Vieiralves e Olívia de Menezes Vieiralves, o Parque Linear terá uma faixa saudável que irá atravessar o complexo, com pista de caminhada, faixa verde que receberá arborização para o sombreamento, e ciclovia bidirecional, com um percurso total de 2,1 quilômetros. Percorrendo toda a extensão dos Gigantes, a faixa saudável tem o objetivo de ser um elemento de integração e articulação dos variados espaços, contando com cinco paraciclos ao longo do trecho.

Dois conjuntos de quiosques gourmet vão acomodar atividades voltadas à alimentação, com área de mesas coberta e descobertas por um deck que se integra à faixa saudável. Cada conjunto possuirá banheiros públicos e terá nas proximidades playgrounds.

Estimulando a prática de esportes e atividades, o Parque dos Gigantes contará com duas quadras poliesportivas, quatro quadras de areia, três academias ao ar livre e um skate park.

Sendo um espaço multigeracional para atender todas as faixas etárias e grupos de população, como Pessoas com Deficiência (PcDs) e com mobilidade reduzida, o Parque Linear vai contar com um especial playground inclusivo e um play pet. Um Espaço Multiuso será implantado para a realização de diversas atividades, tanto esportivas como a zumba, quanto culturais para apresentação de artistas.

Habitações

Com uma área tão rica e um tecido urbano a ser reabilitado, o projeto prevê atender uma das necessidades populacionais, com habitação popular e a previsão de construção de 180 unidades habitacionais, divididas em três blocos distintos de cinco pavimentos cada, com vagas de estacionamento para carros e motos. Estes serão entremeados por calçadas arborizadas e playground.

Na extremidade oposta ao conjunto habitacional, será implantado o Parque Temático com esculturas de grandes dimensões alusivas à natureza amazônica, com uma diversidade de cenários interativos. Os espaços terão iluminação cênica direcionada, como também alguns cenários possuirão áreas molhadas com jatos de água.

Nos cenários temáticos, será possível encontrar estruturas gigantes como onças com 4,5 metros de altura, jacarés de 3 metros, pirarucu com 35 metros de extensão, aves de 7 metros de altura, árvores de 15 metros e até uma iguana com 19 metros de comprimento e 8 metros de altura. Todas as figuras ligadas à floresta serão manuseadas como brinquedos lúdicos para os pequenos e interativos para os adultos.

Descrição urbana e dos cenários animados

Área do parque – 134.870,30 metros quadrados

Ciclovia e pista de caminhada – 1.500 metros

vagas de estacionamento – 212 para carros / 71 para motos

2 quadras poliesportivas

5 quadras de areia

3 playgrounds

1 playground inclusivo

5 quiosques

1 playpet

3 academias ao ar livre

5 paraciclos

1 skate park

1 espaço multiuso para zumba e outras manifestações artísticas

3 torres habitacionais de interesse social

5 conjuntos de banheiros públicos

7 cenários animados temáticos, com rampas de escaladas, escorregadores, área molhada, entre outros brinquedos lúdicos.