Turismo no Amazonas: O que fazer no Município de Tefé?

0
44
Tefé esta inserida no corredor turístico do rio Amazonas, com conexões internacionais, que envolves cidades da Colômbia como Letícia, Bogotá e Iquitos. / Foto: Divulgação

Trazendo mais opções para quem busca conhecer o maior estado em extensão do país, a Amazonastur (Empresa Estadual de Turismo do Amazonas) criou um roteiro para integrar o município de Tefé ao turismo do Amazonas. Esse roteiro foi organizado para aqueles que pretendem vivenciar um dia no município e dispõe de atrações históricas, culturais e naturais. Confira a seguir!

Feira Municipal de Tefé

A feira municipal de Tefé chama atenção pela sua estrutura, que é considerada como modelo para todo o Estado do Amazonas. / Foto: Amazonastur

Para iniciar bem o roteiro nada melhor que um café da manhã reforçado e repleto de deliciosas opções da gastronomia regional na Feira Municipal de Tefé. A feira fica localizada na orla da cidade, com vista panorâmica para o Rio Tefé, e é um atrativo que reúne a culinária, cultura, artesanato e modo de vida local em um único lugar.

No primeiro andar do prédio ficam alocadas as bancas de iguarias amazônicas como os diversos tipos de farinha, açaí, frutas e verduras da região. Já no segundo andar é onde se localizam os boxes dos restaurantes que servem o melhor do café da manhã regional.

Seminário São José

O Seminário São José, foi o primeiro estabelecimento de ensino secundário do Amazonas / Foto: Amazonastur

Seguindo o roteiro próximo a feira, basta caminhar alguns metros para conhecer uma das construções mais antigas da cidade, o prédio do Seminário São José que teve sua obra iniciada no ano de 1913 e finalizada em 1932 por arquitetos franceses. O Seminário é para o município de grande valor e contribuição pois foi o mais importante centro de formação e educação do Médio Solimões. De arquitetura imponente, o prédio conta com um belo jardim que fica de frente para a orla da cidade.

Encontro das Águas

Encontro das Águas é um fenômeno que acontece na confluência entre o rio Negro, de água preta, e o rio Solimões, de água barrenta. / Foto: Amazonastur

Um ponto de parada obrigatório no roteiro é sem dúvida o Encontro das Águas. Diferente do encontro das Aguas visto em Manaus que acontece entre os rios Negro e Solimões este é formado pelo encontro do Rio Solimões com o Lago Tefé, atrativo que é um verdadeiro espetáculo da natureza. Para conhecer este belo atrativo é necessário que o visitante vá até o porto da cidade para negociar o transporte com barqueiros da região, com média de preço de R$25,00 por pessoa. O local é habitat natural do Boto cor-de-rosa e durante o trajeto de barco é possível encontrar facilmente estes belos mamíferos entre saltos e mergulhos, é sem dúvidas uma experiência incrível e memorável.

Comunidade das Missões

Na Comunidade da Missão se deu o início das missões dos Espiritanos em Tefé, em 1897. / Foto: Amazonastur

Ainda de barco, a próxima parada é na comunidade das Missões a cerca de 20 minutos de tefé, comunidade fundada em 1897 por espiritanos franceses, suíços e alemães que vieram ao Amazonas para evangelizar os povos indígenas, e deixaram por aqui a herança arquitetônica e histórica dessa expedição. No centro da comunidade há um casarão centenário que foi construído por volta dos anos de 1950 e chama a atenção de quem por ali passa.

Catedral de Santa Teresa

Retornando a Tefé, o último ponto de visitação do roteiro é a Catedral de Santa Teresa. Este que foi o primeiro grande prédio construído no município, teve sua obra inaugurada no ano de 1935, obra de padres jesuítas, a construção mistura estilos de arquitetura francesa e portuguesa. Como de hábito nesse tipo de arquitetura, a catedral possui uma praça na parte da frente que é palco de encontro dos moradores em todos os fins de tarde.

Gostou deste roteiro? Conheça Tefé e outros incríveis destinos no interior do Amazonas.