5 curiosidades sobre o Teatro Amazonas

4
845
Fachada do Teatro Amazonas em Manaus
Conheça 5 curiosidades sobre o Teatro Amazonas. Considerado um dos 15 mais belos Teatros de Ópera do Mundo. Foto: iStock/Sohadiszno


O Teatro Amazonas é um dos principais teatros do Brasil e possui características e curiosidades que o colocam entre os mais admirados do mundo.

Construído no auge da Belle Époque – período áureo da borracha em Manaus – o teatro foi inaugurado em 31 de dezembro de 1896, inspirado nos grandes centros culturais europeus e, inicialmente, frequentado apenas pela elite da época.

Não foi apenas a inspiração arquitetônica que veio da Europa, a maioria dos materiais usados na construção do teatro também foram importados de lá. Separamos algumas curiosidades pouco comentadas, que vão despertar ainda mais o seu
interesse em conhecer o Teatro Amazonas bem de perto.

É uma das casas de ópera mais belas mundo
Em 2019, a revista de moda mais importante do mundo – Vogue – colocou o Teatro Amazonas entre as 15 casas de ópera mais belas do planeta, ao lado, por exemplo, do teatro Ópera Garnier em Paris e do teatro alla Scala em Milão.

Referência à Torre Eiffel
O teto do salão de espetáculos é magnífico, com 4 pinturas que representam: tragédia, dança, música e ópera. Há, também, quatro colunas pintadas no teto, que muitos dizem ser a base da Torre Eiffel.

Já foi indicado a Patrimônio da Humanidade
O Teatro Amazonas já foi tombado como Patrimônio Histórico Nacional, em 1966 pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional). Mas a sua grandeza e imponência já o levou a ser indicado pela ONU como Patrimônio da Humanidade, por manter suas características originais, “permitindo uma leitura e compreensão dos seus atributos arquitetônicos, históricos, culturais e simbólicos”, de acordo com o texto apresentado na lista indicativa.

Salão Nobre do Teatro
A decoração e a pintura desse salão ficaram a cargo de Domenico de Angelis, um artista italiano que pouco conhecia o Brasil, mas tentou representar a fauna e a flora da Amazônia em sua arte. Por isso, a representação traz alguns aspectos incoerentes como, por exemplo, montanhas e esquilos.
Outra curiosidade interessante para ser notada no salão nobre, é a pintura no centro do salão; essa pintura se chama Vitória, uma mulher de vestido amarelo, que está de braços abertos. A técnica de perspectiva usada na pintura é a mesma de Monalisa, dando a ilusão de que o olhar dela nos acompanha. Por causa dessa pintura, algumas pessoas que frequentavam o salão nobre antigamente achavam que o lugar era mal assombrado.

Representação do Rio Negro e Solimões
No chão dos pavimentos superiores são utilizados dois tipos de madeira: pau amarelo e acapu, uma mais clara e outra mais escura. Essas duas madeiras representam o Rio Negro e Solimões, os dois rios que formam o encontro das águas.

O Teatro Amazonas é parada obrigatória por ser um dos principais pontos turísticos de Manaus, atraindo pessoas de todo o Brasil e do mundo inteiro. Nessa visita você vai mergulhar na história do Amazonas em pleno século 19; vai ter um encontro profundo com
a arte e a arquitetura renascentista e outros detalhes ecléticos que tornam o teatro um lugar exuberante.

Ao conhecer o Teatro Amazonas você irá se deparar com muitas outras curiosidades que serão contadas ao longo da visita guiada, que dura em torno de 1 hora. A entrada é R$20 reais e a meia-entrada é R$10 (válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue, militares, pessoas com deficiência e seus acompanhantes); amazonenses podem entrar gratuitamente, desde que apresentem documento oficial com foto que comprove a naturalidade; a entrada também é gratuita para crianças com menos de 10 anos.

4 Comments

  1. Bem legal o artigo. E se não me engano o teatro tem uma das melhores acústicas do mundo. Assisti um concerto de violão uma vez, foi maravilhoso. ♥️

  2. Um lugar que além de lindo tem um peso cultural enorme!
    Parabéns pela publicação
    Aguardando a próxima ?

  3. É um dos patrimônios manauaras que eu tenho grande estima. A estética renascentista é, sem dúvida, um dos principais atrativos para mim. É satisfatório ver na minha cidade esse encontro estético entre a arquitetura e as artes plásticas, que juntas, contam uma história tão bonita.

Comments are closed.